todo início de ano é a mesma coisa, temos uma lista de desejos, dos mais variados possíveis…  esperança de que esse ano vai “dar certo”, que vai entrar em forma, que vai arrumar um emprego, ter um novo amor, comprar uma casa, um carro, entrar na universidade, ter mais tempo livre, não procrastinar, ter hobbies, fazer amigos, meditar, ler, viajar, ir mais a praia, etc, etc. Enfim, ser, fazer e ter, que resumem-se em uma busca por Ser mais feliz ( afinal, por que fazes o que fazes? Se não é para viver bem e ser mais feliz?!).

sonhos

E não importa o que você deseja, você pode conseguir. Você pode, e deve sim, ter uma lista de desejos para esse ano, e para sua vida. Só que para o sonho se tornar real, muito mais importante do que usar branco, rosa, amarelo, etc, no réveillon, ou pular 7 ondas, comer lentilhas, comer uvas, etc, é você fazer o que depende de você para que isso aconteça.
objetivos

Então, mãos à obra? 

Uma boa estratégia para isso é transformar os seus desejos/sonhos  em pequenas metas.  Abaixo tem um roteiro de como você pode fazer isso.

  1. Liste todos os seus sonhos/desejos/metas.
  2. Enumere suas prioridades. Quais você deseja realizar primeiro? É possível ter mais de uma meta ao mesmo tempo, claro! Mas cuidado para não colocar metas demais, gerar muitas demandas e não cumprir nenhuma.
  3. Analise para cada meta sua situação atual. O que você já tem de recurso, onde você está em relação a meta?
  4. Liste o que você precisa fazer para realizar sua meta. Quais as ações são necessárias? Quais os recursos? (financeiros e não financeiros).
  5. Defina para cada ação um prazo. Eu gosto de dividir em etapas, por exemplo em trimestres, para ir acompanhando e me lembrando durante todo o ano dos meus desejos. E assim também fica mais fácil ir acompanhando os resultados, que é o próximo item da lista, e ir se motivando. Porque aos poucos vamos tendo os resultados.
  6. É importante ir acompanhando os resultados. Então, pense como você vai mensurar os resultados alcançados.

Existem inúmeras formas de fazer esse planejamento então o mais importante é você escolher uma forma que funcione para você (mas que inclua sempre, o objetivo claro, as ações e o prazo). Sim, você pode fazer do seu jeito! Pois  o importante é que você tenha um planejamento que funcione para você.  Porque não precisamos criar mais regras e obrigações, precisamos é entender o que nos motiva a seguir em frente, e seguir.

E dentro dessa linha, eu gosto de montar uma tabela onde  eu escrevo as metas, prazos, e ações ( divido em trimestre, porque me motiva mais, pequenas metas são mais fáceis de alcançar!), e gosto de colocar um “ok” em cada ação executada, ou um  “X” se não fiz. E um espaço para resultados, que vou preenchendo de acordo com o momento.

Metas

Dessa forma simples, eu vejo como estou indo nas minhas ações. Se eu agir, terei o resultado desejado, e do contrário não. E no final do ano, eu olho para essa tabela e   sei exatamente onde deixei, ou não, de fazer meu planejamento.  Então se você quiser adotar essa forma de planejamento disponibilizo aqui  esse modelo que uso ( é só clicar  nas palavras ao lado para baixar o pdf 😉 ) meta- planejamento  . Se você ficar com dúvida, pode entrar em contato que será um prazer lhe ajudar!

E atenção, amigos!

Nem sempre temos muita clareza do que queremos, nem sempre temos uma direção obvia, nem sempre sabemos todas as ações que precisam ser feitas ( e se for o caso podemos buscar ajuda 😉 ), nem sempre conseguimos fazer tudo, nem sempre teremos 100% de sucesso; Agora podem ter certeza, fazendo isso, teremos muito mais chances de ter sucesso, ou no mínimo,  estaremos mais perto do que desejamos.

É responsabilidade nossa fazer nossa parte. Vamos juntos nessa?

Um lindo, produtivo, cheio de conquistas, ano para você!